Suicídio não é a solução!

Na noite do último sábado, um Policial Militar do Estado do Rio de Janeiro tirou a própria vida diante de uma câmera, “ao vivo” em uma rede social. Li essa notícia horas depois, e por motivos óbvios não assisti ao vídeo. Não o conhecia. Um rapaz que tinha a minha idade, deixou uma filha de 1 ano e 3 meses. Eu chorei.

Todas as vezes que vejo noticias sobre suicídio eu sinto uma dor tão grande… Um vazio, uma sensação de impotência absurda. Sinto que todos se “compadecem”, mas difícil achar quem queira falar sobre o assunto. E em alguns casos a omissão vira uma co-responsabilidade.

O suicídio é problema de saúde pública no Brasil, com o registro de aproximadamente nove mil suicídios por ano ou uma morte a cada hora. E infelizmente os números vêm aumentando, principalmente entre a população jovem, sendo a terceira causa morte entre homens com idade de 15 a 29 anos.                                                                                           

Esse pensamento está passando na mente de alguém ao seu lado, mas você não enxerga…

 Há um pouco mais de quinze anos eu já escrevia poesias. Porém, textos tristes, depressivos e suicidas que infelizmente descreviam a realidade da minha mente e do meu coração.

Cheguei à adolescência com o torpor estampado,
Despertando o interesse do que ainda dorme,
A treva ocupa metade do meu raciocínio,
Com esse desanimo negro que me prostra,
Sinto uma necessidade de suicídio,

E uma vontade incontrolável de ser morta.
Seria a solução da minha desgraça,
Ou o castigo do meu fracasso,
Sombra má que atormenta minh’alma,
Faz-me sentir sufocada,
Pela obsessão da morte.

Mas para o desespero endêmico do inferno,
Eu acredito que Deus me ama,
E quer-me viva!
Ou eu seria mais feto friamente dissolvido

Esse é uma parte do texto “Solitária”, que está no livro Minha Vida Contada em Poesia. Muitos e muitos textos semelhantes eu escrevia dia após dia. Uma tristeza absurda, um vazio existencial que me sucumbia todos os dias, e para mim naquela época a solução de fato era a morte. Sentia-me só mesmo quando estava rodeada de gente. E isso é mais comum do que se possa imaginar.

Por que? Ausência de pai e de mãe, mudanças repentinas na minha vida, decepções constantes, palavras negativas recebidas em todo tempo e principalmente falta de fé, descrença total de Deus, ou o não conhecimento real Dele. Foi um período dolorido, mas que hoje já não lembro com dor, mas com sentimento de gratidão por Cristo ter cuidado todo esse tempo de mim. Mesmo quando eu tentei de fato tirar minha vida, tinha “algo” que me parava. Hoje eu sei quem Foi…

Leitor, acredite! Somos sim responsáveis pelo o que acontece com o próximo. Todos temos a capacidade de influenciar, agir, incentivar ou desencorajar alguém a cometer o suicídio. Então, por favor, saia da sua comodidade e olhe para o lado, perceba quem precisa e mexa-se!     

⚖ A LEI

O artigo 122 do Código Penal Brasileiro prevê:

“Art. 122 – Induzir ou instigar alguém a suicidar-se ou prestar-lhe auxílio para que o faça:

Pena – reclusão, de dois a seis anos, se o suicídio se consuma; ou reclusão, de um a três anos, se da tentativa de suicídio resulta lesão corporal de natureza grave.

Parágrafo único – A pena é duplicada:

I – se o crime é praticado por motivo egoístico;

II – se a vítima é menor ou tem diminuída, por qualquer causa, a capacidade de resistência”. (grifos nossos)

Ou seja, se alguém por ventura disser que pensa em suicidar-se ou que vai cometer isto e você “achando” que é “mimimi”, decidir instigar ou incentivar e o ato for consumado, você pode ser processado criminalmente e condenado à prisão.

🗣 PREVENÇÃO:

A Organização Mundial da Saúde afirma que em pelo menos 90% dos casos o suicídio é prevenível, porque está associado a psicopatologias diagnosticáveis e tratáveis, principalmente a depressão. A tristeza persistente inspira cuidado e atenção. Pessoas deprimidas tendem a se isolar, não interagem socialmente, parecem desmotivadas, anestesiadas, sem iniciativa. Por vezes chegam a verbalizar o quanto a vida lhes parece um fardo. Quem passa por tal experiência ou percebe esses sinais em pessoas próximas, principalmente parentes e amigos, deve procurar ajuda.

O CVV, Centro de Valorização da Vida, organização voluntária sem ligações políticas ou religiosas, que desde 1962 realiza de forma gratuita, um serviço de apoio emocional e prevenção do suicídio por chat (http://www.cvv.org.br/chat.php), telefone (141),  skype, e-mail, carta ou pessoalmente. Os voluntários do CVV não são terapeutas, mas oferecem algo precioso num mundo onde é anda vez mais difícil encontrar alguém que se disponha a ouvir um desabafo sem julgamentos, sem receitas prontas sobre como se sentir melhor, sendo todo contato guardado sob absoluto sigilo.

Fonte: http://g1.globo.com/natureza/blog/mundo-sustentavel/post/se-liga-no-setembro-amarelo.html

 

💡 JESUS: A SOLUÇÃO

Eu poderia citar tantos textos bíblicos… Mas se você, assim como eu já teve esse infeliz pensamento, ou pior, ainda pensa. Só tenho uma coisa para lhe dizer: PARE!

Existe um Cristo que te ama. Que te amou desde a fundação do mundo, antes mesmo da sua concepção. Foi Ele que te deu à vida e SOMENTE Ele sabe o momento que cessará.

Seus pais te abandonaram? Foi estuprada? Perdeu o emprego? Está atolado em dívidas? Acabou de descobrir que é portador de alguma DST? Cometeu algum crime? As pessoas que você mais ama te decepcionaram, te traíram? Sofreu algum tipo de exclusão pela sua orientação sexual, cor, religião? Não consegue largar aquele vício?… Leitor, leitora, não importa o tamanho do seu problema, EXISTE uma solução! E nunca, jamais será tirar a sua vida. Você NÃO foi um acidente!

Ainda que olhe para os lados e não enxergue saída, EXISTE uma saída! Eu já senti a sua dor, mas eu respirei fundo e tive coragem para viver e enfrentar meu próprio eu. O primeiro passo é falar. Se não tiver alguém que confie, alguém próximo, ou não quiser ou não puder buscar ajuda, feche a porta do seu quarto, feche seus olhos e converse com Deus. Exponha sinceramente todos os seus medos, insegurança e incertezas, peça ajuda a Ele. Mesmo que não acredite, Ele acredita em você, e eu também! Pode contar comigo.

Veja também

2 Comentários

E aí, o que achou? Comente aqui, seu feedback é muito importante para mim.