A inocência torna a legenda bem mais simples…

Foto: Lucas Landau

Oi menino, como se chama?
Admirado com o espetáculo dos fogos?
Realmente é incrível!
Essa água deve está gelada, você é corajoso (Risos)

Em meio a uma multidão preocupada com “selfies” e “ao vivo”,
Você estava conectado apenas com o céu.
A invenção dos homens no painel de Deus.
Sua inocência tornou esse momento quase mágico,
E como está em extinção contemplear o belo sem câmeras,
O mundo ficou chocado com tanta naturalidade.

Um menino de 9 anos, negro. Não podia deixar de mencionar…
Afinal, quando viram sua foto foi apenas o que enxergaram,
E não faltou imaginação para narrarem sua história.

Sentiram pena, fizeram textão, chamaram de hipócritas a massa “de branco” atrás de ti,
Foi nessa parte que não entendi, criaram milhões de legendas para você.

Também tentei compreender o contexto,
Mas quando comecei a escrever, fiquei te olhando por um tempo…
E o que enxerguei foi apenas um menino,
Extasiado com os fogos de Copacabana.

Ser criança está difícil. E se for negra então…
                                                                Sigamos. 

Continue Reading

Outubro Rosa

Ei, mulher? Como você se chama?
Já olhou no espelho, tocou seus seios hoje?
Não sinta vergonha, se sinta.
O diagnóstico precoce faz toda diferença.

O que foi? Notou algo diferente?
Um nó, um nódulo, palpitação?
Procure um médico, eu vou com você.
Estou com você.

O processo é doloroso, eu sei.
Contudo é necessário, uma fase com início, meio e fim.
Levante essa cabeça, tome fôlego, mantenha a mente sã.
Vou te dar um lenço bem bonito,
E te trazer à memória, lembranças que te façam sorrir.

Percebi que sentiu medo durante a cirurgia…
Mas acabou! Não há sequer vestígios.
Sou grata à Deus por sua vida, por estar viva, por ter renascido.
E de agora em diante, quando eu te chamar
MULHER
Nossos olhos vão brilhar!
Você o venceu.

Vamos recomeçar?

Ei, mulher? Como você se chama?
Já olhou no espelho, tocou seus seios hoje?
Não sinta vergonha, se sinta.
O diagnóstico precoce cura. Ame-se ❤

 

#outubrorosa  Mês de prevenção e conscientização do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Continue Reading

Tempo Indigesto

Debruçados na espera,
A noite retarda seus ponteiros.
E a cada tic-tac abafado,
Torna-se um transtorno no travesseiro.

Quem tem foco, não anseia,
Pois já tem a certeza do que o espera.
caminhos traçados por Deus…
E não há quem revele, os mistérios Seus.

Lembranças, nem sempre coloridas.
Cicatrizes do tempo,
Contam a história de um guerreiro.

Que não desiste, não contesta e nem murmura.
Apenas crê no amanhã, perfeitamente desenhado pra ele,
Desde a fundação do mundo.

Continue Reading

Contudo, off-line é bem melhor…

Reúne os amigos, faz pipoca de panela, junta, tira foto!
Viaje com eles, de boa, desliga o celular.
Extasie-se com a brisa do mar, põe um som pra tocar…
Aqueça-se na fogueira cantando canções que vier à mente.

Delícia é olhar no olho, tocar a pele,
Bom mesmo é um abraço apertado, diferente de um emotion na tela.
Nostalgia uma sessão de cinema, dominó, dama, paciência!
Saudade das gargalhadas desesperadas da adolescência.

A vida modernizou… Claro!
Veio o twitter e tornou tudo tão vago
Tornou-se vício, postar realidades falsas no Insta.

Tem disputa de ego na web, deu curto na rede!
Estar on-line virou quase obrigação.
Contudo, off-line é bem melhor.

Continue Reading

Pediram-me para falar de “amor”

Pediram-me para falar de amor,
Fiquei meio encabulada.
Combustível que consome a humanidade,
Eros. Está por toda parte.

Phileo, alguém o conhece?
Costumava ser presente,
Em outras gerações…
Um amor altruísta, que hoje está em extinção.

E quem sobrevive,
Em meio a tanto egoísmo?
Eros e Phileo não se sustentam sozinhos…

Necessário um amor intransponível, paciente, benigno,
Esse sim… Inspira-me!
Ágape. O amor de Cristo.

Continue Reading