Filho

Quando descobri que te esperava,
Precisei me desarmar de tudo que pensava…
Jesus ouviu minha oração simples na cozinha,
Aquele dia de tardinha, lavando a louça…
Eu te queria, como queria!
Mas o medo era meu gigante.

Pelas minhas contas você já estava aqui,
Em mim.
Mas eu ainda não sabia,
Meu presente de 30 anos já estava embrulhado.

Nos três primeiros meses eu sofri bastante filho,
Acho que você também né?
Estávamos nos acostumando,
Nossos hormônios a mil,
Sua testosterona me fez odiar tudo que amo,
E pedir um açaí de 500 ml, às 23h, que detesto!

Eu lembro do primeiro dia que te senti mexer,
Você me fez cócegas filho, eu ri!
Depois eu viciei, e quando você fica quietinho eu te cutuco,
Fala comigo! Ei, você tá bem?

Estamos na reta final!
Falta bem pouco pra eu conhecer seu rostinho,
Pra você chorar e me fazer sentir impotente por não entender o que precisa,
Pra eu morrer de amor contigo nos meus braços,
Pra eu chegar do trabalho e você abrir seus bracinhos chamando por mim!
Mãe, mamãe.

Te olhar todos os dias,
Lembrar com detalhes do processo,
De espera, amadurecimento, dor e aprendizado…
Ter a responsabilidade diária de formar um cidadão de bem,
Cuidar da sua saúde física, mental e espiritual,
Com a consciência de que um dia você vai trilhar seu caminho,
E vai sair das minhas asas,
Para voar.

De uma coisa eu tenho certeza,
Aqui dentro tudo mudou, para sempre.
Você veio para me ensinar,
Sobre o verdadeiro amor,
Sobre a real resiliência.

Que Deus te abençoe meu filho,
E sobre ti seja derramada toda Graça.
Venha no seu tempo,
A dor que eu vou sentir é pra gerar vida!
E quando o oxigênio entrar em seus pulmões,
Seu primeiro choro,
Eu serei a primeira a te abraçar e dizer
Estou aqui, sempre estarei!
Amado do Senhor.

Continue Reading

Poesia Marginal

Talvez você até goste de poesia,
Mas aquela de Drummond…
Com palavras rebuscadas, erudita, classista,
Eu até entendo!

Confesso que desde pequena tenho dificuldades de apreciar arte
Que não esteja impregnada de realidade.
Uma perspectiva bem subjetiva
Subversiva
Escrevo sobre o que aflige a alma!

Não do meu umbigo
O coletivo
Dos excluídos

Não digo nem que é militância,
É pra te fazer ao menos raciocinar
Sobre a dor do outro.
É para ser debatido, questionado, resolvido.

Existe um muro invisível,
Mas de um lado e de outro,
Sentimos a divisão.

Respeita a luta!

Eu até queria, de vez em quando, escrever versos brandos,
Alcançar o público “politicamente correto”,
Mas a cada segundo tem criança sendo excluída
Das brincadeiras,
Nas escolas, no condomínio…
Pela pele preta.

Tem sangue nos becos, “confundiram” o neguinho;

Tem mina preterida pelo “mô” – para andar de mãos dadas pode até ser preta, mas não retinta.

E viva o colorismo…

Tem barrigas sendo chutadas na cadeia – e a mãe ouve:
“Se perder será menos um bandido no mundo, tá no lucro”

Eu tento, juro que tento romantizar meus versos,
Mas o racismo não dá sossego,
Não há trégua.

E vão continuar tentando nos calar
Minimizar
Convencer-nos que somos vitimistas
Isso não vai acabar.

Leitores, vocês precisam aprender a entender
Senão apenas vão reproduzir,
O que ouvem por aí.

O preto é a mira do Estado,
É só dizer que é traficante e pronto!
Todo mundo acredita…

Rafael Braga, só mais um na estatística.

Continue Reading

Dia 20 de Julho – Feliz dia do amigo

Queria fazer um soneto, mas não caberia na estrofe todos os meus desejos.
Amigos são tesouros escolhidos por Deus a dedo, para acompanhar nossa jornada.
Dispostos a chorar, a rirem e a ouvirem

Incansavelmente as nossas mesmas histórias chatas! 

Um amigo pode não ser um amor, mas NUNCA um amor pode não ser um amigo.
São a eles que apresentamos nossos segredos, nossos medos e conquistas.
Que têm total liberdade de nos chamarem atenção,

E de pedirem a senha do “wi fi” da nossa casa sem a menor discrição…

Amigo abre a porta da nossa geladeira e chama nossos pais de “tios”…
Amigo vira padrinho, comadre, referência pros nossos filhos.
Amigos são indispensáveis à boa saúde mental de qualquer indivíduo.

LEMBRE-SE: O único amigo que NUNCA irá te decepcionar, te abandonar, que sempre terá o melhor conselho pra ti… E aconteça o que acontecer, Ele nunca desistirá de você é Jesus Cristo.

Continue Reading

Mina preta

Uma infância de apelidos, pensava que era normal,
Seu cabelo, suas formas odiava por não ser “tradicional”,
Cresceu preterida, mais uma na estatística da solidão…
Sororidade irmã, tamo junto nessa desconstrução.

Uma mídia elitista, machista incita a cultura da mulata tipo exportação,
No carnaval somos musas, mas liga a TV e conta quantas pretas aparecem, tirando as empregadas e histórias da escravidão.

Racismo velado? Só se for pra você, mina de pele clara, traços finos, cabelo alisado, esteticamente aceitável… Salve, salve o colorismo nega!

Agora, deixa teu black crescer, põe seu turbante e dá um rolê pra tu ver…
Dói irmã. O racismo é escrachado!

Mina preta é resistência, luta, resiliência.
Na treta sua pele preta já lhe faz suspeita…
São maioria nas penitenciárias brasileiras.
Justiça? Depende de quanto você tem…

Cansamos heim!
Vamos enegrecer esse planeta.
Queremos ver pretas retintas em todas as classes, empregos e propagandas,
Representatividade, respeito, igualdade de direitos…
Nossa carne é a mais barata do mercado, já dizia Elza Soares…

Difícil ser mina preta!

Continue Reading

Pai, ensina-nos!

“Ainda que me abandonem pai e mãe, o Senhor me acolherá”. Salmos 27:10

Pai,

Ensina-nos a conhecer mais de Ti,
A ansiar prostrar-nos com amor,
Com tudo que temos Te glorificar,
E mesmo em prantos Te adorar.

Revela-nos a Tua Palavra,
Espírito Santo, despe nosso ser,
De toda vaidade,
De todo achismo,
Para que transborde toda a Paz de Cristo.

Constranja-nos dia após dia,
quebranta-nos a cada louvor.
Seja nosso Senhor com todo o Seu poder e majestade.
Inspira-nos a crer com ousadia.

Ensina teu povo a copiar o Seu caráter e a Sua Excelência;
A caminhar com prazer em santidade e obediência,
Ministra Tua vontade em nós.
Educa nossos pensamentos,
Purifica nossos sentimentos,
Esquadrinha nosso coração.

Sei que no mais culto texto não conseguiremos descrever quem Tu és,
beleza da Tua Glória nos faz tão desprezíveis…

O homem constrói o imensurável, mas é incapaz de desenhar a boa, perfeita e agradável vontade de Cristo.

Quem dera Senhor, um dia em Teus átrios,
Ouvir tua voz de trovão regendo os mares.
Ver teus anjos adorar-te, Santo, Santo! Exaltarem!
Compreender O amor,
Que restaura um ser arrebentado.

Continue Reading