Curso de Direito: mitos e verdades

Esse post não é uma aula sobre a “idealizada” carreira do Direito, é um post para LEIGOS, um post desmistificador. Como assim? Então, eu quero dizer para VOCÊ que já tem idade avançada, que não estudou em ótimas escolas, que teve uma vida completamente desestruturada, que é mãe solo, que está desempregado… Quero te dizer que, se quiser ser juiz(a), promotor(a), desembargador(a), funcionárix púbicx, advogadx, meu bem, você PODE!

Nunca falei sobre esse assunto no blog, mas achei pertinente usar o espaço para esclarecer umas coisinhas…

Se você tem o sonho, o desejo de seguir carreira nessa área, lute por isso! Sempre terá um “porém” no meio do caminho de toda e qualquer profissão, de fato. Mas não há nada que com esforço, persistência e claro, fé, a gente não consiga!

Carreiras como Direito, Medicina, Engenharia, Odontologia, entre outras… São as mais procuradas até os dias de hoje. Porém, muitos que tem o desejo de seguir umas dessas profissões acabam desistindo sem antes mesmo de sequer começar, pelas dificuldades da vida, por mitos e medos.

⚖️ É um curso muito difícil: MENTIRA. Você tem capacidade de ir até o fim. Com esforço, foco, dedicação, persistência e fé tudo é possível. São 5 anos de luta diária, mas que com toda certeza vale a pena. Por inúmeras vezes, fui para a faculdade com dinheiro contado da passagem, com fome, cansada, desanimada… Mas a recompensa é a gente olhar para trás e saber que superou todos os obstáculos.

⚖️  É muito caro: VERDADE (em parte). Se você conseguir passar para uma universidade pública, ok. Não terá gastos com mensalidade, porém, passagem, alimentação, livros… Isso tudo pesa no final do mês. Obviamente não é necessário comprar todos os livros indicados pelo professor (até porque a maioria tem nas bibliotecas das universidades, mas geralmente estão desatualizados), mas um ou outro você terá que comprar, e vou te falar… São caros heim! 

⚖️ Terei que ler muito: DEPENDE. Você pode ser um profissional excelente, mediano ou péssimo. Conhecimento nunca é demais. Impossível conseguirmos ler todos os livros durante a graduação, mesmo! Mas com o tempo vamos aprofundando conhecimento. Hoje, tem muito material em áudio, vídeo, que torna nossa vida bem menos massante. Você não precisa gostar de ler, você precisa querer SER.

⚖️ Sobre o mercado de trabalho: ao concluirmos a graduação, somos bacharéis em Direito (não advogadx). É necessário ser aprovado no Exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) para receber o título de advogadx. 

Outra dúvida recorrente é sobre a especialização. Durante a graduação estudamos o básico de todas as matérias, e caso quisermos, depois escolhemos uma Pós-Graduação para especializarmos-nos em uma só área.

A prova da OAB está cada ano mais difícil e a banca mais exigente. Mas como eu disse no início, tudo com foco, persistência e fé é possível. Eu não fiz cursinho, não tinha dinheiro para isso. Estudei com os livros que tinha e com ajuda do “Youtube”, e cá estou, exercendo minha profissão, para honra e glória de Deus.

O profissional pode atuar em diversas áreas, como Direito do Consumidor, Penal, Constitucional, Internacional, Eleitoral, Trabalho, Empresarial, Civil, Ambiental, Militar, entre outras. Concurso público é outra opção da carreira jurídica:  Juiz, Promotor de Justiça, Procurador, Defensor Público ou delegado de polícia por exemplo.

O mercado está saturado? ESTÁ! Mas você precisa de apenas uma vaga.

Numa linguagem bem simples e objetiva, tentei esclarecer alguns pontos e te ENCORAJAR a seguir seus sonhos! Seja nesta área ou em qualquer outra, não desista! Dificuldades teremos em toda caminhada, mas precisamos sair da nossa zona de conforto e prosseguir!

Continue Reading