Paixão de Cristo: o que Ele quer é sacrifício vivo!

Ei! Sei que hoje já passaram milhares de coelhinhos desejando boa Páscoa em sua timeline, mas eu vim aqui, depois de quase um mês ausente, dizer para você que a cruz está vazia! Eu também comerei peixe hoje, mas o que Jesus quer mesmo, é sacrifício vivo! 

“Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus”. Romanos 12:1-2

Nos quatro cantos do mundo, o nome de Cristo está sendo lembrado hoje de alguma forma. Foi decisão do Pai que Seu filho morresse pelos nossos pecados, por amor, pela graça somos livres! Ainda que esse papo não te faça o menor sentido, ainda que sua fé seja outra, não importa! Inocente, Ele morreu por mim e por ti, por quem crê e por quem blasfema… Ele nos ama!

E esse amor precisa ser proclamado, transbordado por nós todos os dias! Não em apenas uma semana. A abstenção tem que ser contínua, não da carne que entra pela boca, mas da nossa própria carne! 

E o que é sacrificar nossa própria carne? É deixar de fazer o que você quer, o que você acha que é certo, e fazer conforme a vontade Dele. Chega de murmuração! Você está respirando, não está? Então seja grato(a)! Não revide o mal, resista ao egoísmo diário, não compactue com o que é errado. Não entristeça o coração do seu Pai.

O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o  homem“. Mateus 15:11

Queria falar contigo da forma mais simples possível, assim como Ele é! Lembre da crucificação com gratidão, coloque todas as suas dificuldades na cruz, toda dor, toda lágrima… Com a certeza que o Pai vai te por no colo, te segurar pela mão e restaurar todos os teus sonhos! Você não está sozinho(a) nessa!

Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados”. Isaías 53:5

Feliz Páscoa!

Continue Reading

Pai, ensina-nos!

“Ainda que me abandonem pai e mãe, o Senhor me acolherá”. Salmos 27:10

Pai,

Ensina-nos a conhecer mais de Ti,
A ansiar prostrar-nos com amor,
Com tudo que temos Te glorificar,
E mesmo em prantos Te adorar.

Revela-nos a Tua Palavra,
Espírito Santo, despe nosso ser,
De toda vaidade,
De todo achismo,
Para que transborde toda a Paz de Cristo.

Constranja-nos dia após dia,
quebranta-nos a cada louvor.
Seja nosso Senhor com todo o Seu poder e majestade.
Inspira-nos a crer com ousadia.

Ensina teu povo a copiar o Seu caráter e a Sua Excelência;
A caminhar com prazer em santidade e obediência,
Ministra Tua vontade em nós.
Educa nossos pensamentos,
Purifica nossos sentimentos,
Esquadrinha nosso coração.

Sei que no mais culto texto não conseguiremos descrever quem Tu és,
beleza da Tua Glória nos faz tão desprezíveis…

O homem constrói o imensurável, mas é incapaz de desenhar a boa, perfeita e agradável vontade de Cristo.

Quem dera Senhor, um dia em Teus átrios,
Ouvir tua voz de trovão regendo os mares.
Ver teus anjos adorar-te, Santo, Santo! Exaltarem!
Compreender O amor,
Que restaura um ser arrebentado.

Continue Reading

Qual é o seu propósito?

Num tempo em que estamos desesperadamente tentando conquistar o mundo, faz-se necessário um momento de silencio. Reflexão sobre o nosso próprio”eu”. Quem é você quando ninguém vê?

Lembra de quando era criança? Aqueles sorrisos soltos, curiosidade da vida, esperança intocada! Não é nostalgia meu bem, é uma parte de você que foi atropelada pela “fase adulta”.

Um dia ouvi uma coisa que faz todo sentido, veja só: “o propósito da nossa vida tem a ver com nosso dom natural”. Encaixou. O que você seria capaz de fazer por toda a vida, na maior facilidade, independentemente de dinheiro e circunstâncias? Você tem habilidade para quê? Já pensou nisso? Muitas perguntas né, eu sei, mas isso é um exercício de autoconhecimento.

Aquilo que você desenvolve com facilidade é o sinal para sua missão! Sim, porque não viemos à passeio nesta vida, precisamos nos mexer! Use seu dom em favor de alguém, e principalmente de você mesmo. Tem gente bem mais perto que imagina, precisando de você, acredite!

Quando entendemos e colocamos em ação nosso propósito tudo ao redor ganha novo sentido, ou para algum começa a fazer sentido… As vezes é um processo longo e dolorido, eu sei. Mas extremamente necessário para nossa felicidade.

Existe um lugar reservado pra ti. Você compreende isso? Não se trata de um lugar que vão dar um jeitinho pra você entrar, ou que vai ser adaptado pra você, ou que não serviu para outro e você vai substituir…. Existe um lugar que é só seu. Reservado desde antes a fundação do mundo pra ti. 

Faça uma retrospectiva de você mesmo até aqui. E veja, por onde sua essência tem se perdido ao longo desses anos… Recupere, tome fôlego e recomece.

Continue Reading

As necessaires que você se apaixona

Esse blog não tem apenas treta minha gente… Tem fofurices também! E um dos presentes mais fofos que  já ganhei da minha mãe foi essa necessaire, com uma bonequinha preta, de black power, meu nome e os símbolos da minha profissão, é muito amor 😍😍😍 A dona desse trabalho incrível é a Rita de Cássia da empresa Artes & MimosOntem conversei com ela e me surpreendi com sua história…

Rita é uma daquelas empreendedoras que a gente se orgulha! Colocou na dificuldade a fé e agiu. Ela é do Rio, capital, técnica em radiologia e graduada em farmácia clínica. Fiquei curiosa para saber da história dela, pois seus trabalhos são de uma sensibilidade incrível! Então conversamos um pouco…

Tudo começou após a gravidez de minha primeira filha (Helena). Larguei a carreira de farmacêutica pois queria ter mais tempo para me dedicar à família. Optei em ficar somente com a radiologia, pois ficaria com dias livre. Logo que a Helena nasceu em fevereiro de 2014, meu esposo precisou viajar a trabalho e seu maior medo era que eu desenvolvesse depressão pós-parto. Ele foi meu maior incentivador”.

“Consertei uma máquina de costuras velhinha que era da minha mãe e entrei nas aulas de Patchwork, quando a Helena completou 2 meses. Ela sempre foi muito boazinha, ia com ela no carrinho de bebê e assim conseguia fazer as aulas. Quando acabou minha licença maternidade tive que parar as aulas porque coincidiam com meu plantão, mas já estava envolvida demais com o encantador mundo dos tecidos, linhas, botões e cores para parar, então resolvi seguir de casa com aulas pela internet. Hoje já estou com minha segunda bebê (Laurinha) e sigo feliz com minha família e meus sonhos. Sempre estudando para continuar evoluindo. Não pretendo largar minha profissão na área da saúde porque gosto de estar com as pessoas e ajudar, mas quero muito fazer do meu Ateliê uma empresa!

Daí eu parei e pensei… Nossa! Com duas bebês ela não desistiu dos sonhos dela, e eu tenho para mim que Deus sorri demais com essas pessoas que não coloca empecilhos para agir mesmo diante das dificuldades, pois mesmo com crianças pequenas (que sabemos que é bem mais complicado), Rita seguiu em frente! Olhei para mim, sem filhos, com bem menos responsabilidades do que ela e já parei dezenas de vezes, não consigo ser constante e acabo desanimando dos meus projetos. Rita me inspira!

 Apaixonantes ❤

Além das necessaires ela cria diversos outros trabalhos em Patchwork, um mimo! Todas as criações são personalizáveis, em diversas cores e modelos, atendendo sempre o perfil do cliente. É muito bom quando uma empreendedora lembra que existem negros no mundo, me senti representada! Na verdade, foi isso que chamou minha atenção, porque dificilmente eu vejo essa demanda no mercado. Nossa gratidão.

Rita ainda não tem loja física (infelizmente). Por enquanto apenas trabalha homework, na companhia de suas princesas. Se você como eu se apaixonou pelos seus trabalhos, entre em contato pelo Facebook ou pela sua página Artes & Mimos. Ela te atenderá com maior carinho do mundo!

Continue Reading

Colorismo nosso de cada dia

50 TONS DE NEGRA, por Tainá Esquível.

Tudo bem ser negro,
Se não for “tão negro assim”.
O colorismo denuncia,
O privilégio que o tom da tua pele tem.

Afinal, o que é ser negro? Quem ou o que nos define?
Negro “preto”, negro “pardo”…
Se for de traços finos,
Tá tranquilo, tá favorável.

Dizem que é racismo velado,
Mas para mim, está mais que escancarado!
Na TV o que vejo, são apenas negras “socialmente aceitáveis”.

Lamentável!
Os que se “descobrem” negros na COTA,
Sem comentários, afroconveniência hipócrita!

Continue Reading